escrito em

0 Comments

Autor: Gabe Knuth

Gabe Knuth é membro da equipe de marketing de produtos EUC da VMware. Ele trabalhou 22 anos na área de computação para o usuário final (EUC), incluindo 11 anos como analista independente no site BrianMadden.com. Antes de ingressar na VMware, ele trabalhou no departamento de marketing de produtos da Microsoft, com foco no FSLogix e no Windows Virtual Desktop.

 

Diante dos eventos atuais, muitas organizações estão sentindo os efeitos da imprevisibilidade da vida. Como muitas organizações estão cancelando eventos e reuniões presencias e exigindo políticas de “home office” temporário, as empresas estão percebendo até que ponto estão preparadas para enfrentar eventos inesperados. No segundo blog de nossa série de continuidade de negócios, identificaremos as diferenças entre recuperação de desastres e continuidade de negócios, e as soluções que podem ajudar sua organização a sobreviver em tempos de incerteza. 

 

Quando você analisa todos os motivos dos clientes para usar a virtualização de desktops e aplicativos, algumas são mais impactantes do que outras. Segurança, eliminação de dados em repouso, trabalho remoto, fusões e aquisições, desktops e aplicativos siga-me e muito mais são instantaneamente valiosos para as organizações. Outros motivos, como recuperação de desastres e continuidade de negócios, só revelam seu valor quando necessário.

Alguém me perguntou recentemente qual era a diferença entre recuperação de desastres e continuidade de negócios. Então, pensei em deixar minha opinião aqui. Embora esses dois casos de uso possam parecer idênticos, pois os dois têm como objetivo permitir que os usuários continuem trabalhando em caso de interrupção, a recuperação de desastres e a continuidade de negócios têm suas diferenças.

 

O que é recuperação de desastres?

A recuperação de desastres refere-se a um evento que afeta sua infraestrutura, como um tornado que destrói um data center ou uma queda de energia massiva. Em um cenário de recuperação de desastres, você provavelmente precisará que as cargas de trabalho sejam executadas rapidamente em outro local. Com os PCs tradicionais, as empresas podem usar “hot sites” em outro local que devem ser mantidos e estar prontos em caso de emergência. Além de sua manutenção ser cara, eles precisam também estar relativamente próximos dos usuários, tão próximos que também podem ser afetados por um desastre generalizado. A migração de desktops e aplicativos para o data center ou a nuvem pública permite que essas cargas de trabalho sejam executadas com mais rapidez e possam ser acessadas remotamente caso ocorra um desastre.

O que é continuidade de negócios?

A continuidade de negócios, por outro lado, refere-se a situações em que a infraestrutura está intacta, mas algo impede os usuários de trabalhar. Nevascas ou furacões são bons exemplos, mas existem muitos outros motivos para uma interrupção forçar os usuários a ficar em casa. Se uma empresa estiver usando desktops tradicionais que podem ser acessados apenas no escritório, uma interrupção dessa natureza pode ser catastrófica, mas, com a virtualização de desktops e aplicativos, os usuários podem simplesmente se conectar aos desktops e aplicativos de trabalho em casa.

Em ambos os casos, a implantação de aplicativos e desktops virtuais do data center com o VMware Horizon, em vez do uso de meios mais tradicionais, como os PCs físicos, permite que sua organização seja mais flexível e adaptável caso ocorra alguma interrupção. Além disso, se os desktops e aplicativos virtuais forem o principal meio de trabalho dos usuários, a experiência será a mesma, independentemente de sua localização, o que reduzirá ainda mais o impacto das interrupções!

 

Como o Horizon podem oferecer suporte em ambos os casos

O VMware Horizon Service oferece uma plataforma flexível o suficiente para se adaptar aos seus casos de uso diários, além de fornecer recursos adicionais que dão suporte à recuperação de desastres ou às iniciativas de continuidade de negócios. Ao fornecer um painel único de controle para gerenciamento e um conjunto comum de serviços com base em nuvem, as empresas podem implantar desktops e aplicativos virtuais em ambientes vSphere locais, no VMware Cloud on AWS e no Microsoft Azure, tudo ao mesmo tempo, com o amplo suporte ao cliente e protocolos de comunicação remota de sempre. Também temos ofertas de virtualização de desktops na IBM Cloud e soluções de parceiros, o que significa ainda mais flexibilidade no momento em que você mais precisa.

A VMware foi considerada líder de computação de cliente virtual no IDC MarketScape de 2019-2020. Saiba mais aqui.

 

Com o VMware Horizon, você pode fornecer rapidamente um ambiente de virtualização de desktops abrangente e ágil para oferecer suporte a seus usuários em qualquer situação. Combinado com o VMware Workspace ONE, sua empresa pode garantir experiência de usuário consistente, segurança de confiança zero, comunicações contínuas via Workspace ONE Intelligent Hub e, o mais importante, produtividade ininterrupta.

Se você ainda não fez planos para a recuperação de desastres e a continuidade de negócios, talvez seja este o momento de começar a pensar em como sua organização pode lidar com esses problemas potencialmente disruptivos.

Procurando mais recursos do Horizon? Confira os ativos a seguir:

 

Novidades

Nas próximas semanas, lançaremos uma série de postagens e recursos sobre continuidade de negócios todos os dias. Fique atento à hashtag #continuidadedenegócios. Também hospedaremos um webinar sobre continuidade de negócios com perguntas e respostas ao vivo na terça-feira, 17 de março, às 11h (Horário do Pacífico). Inscreva-se hoje mesmo!

 

Preparação e resposta à pandemia: como organizar rapidamente uma força de trabalho remota eficaz

A exigência de que as empresas ofereçam suporte a estilos de trabalho flexíveis aumentou drasticamente diante dos eventos recentes. Organizações em todo o mundo estão se preparando ou já estão aplicando políticas de trabalho remoto, mas isso não significa o fim da produtividade. A VMware ocupa uma posição única no mercado para ajudar as equipes de RH e TI a habilitar e respaldar uma força de trabalho remota. Neste webinar, ouça as práticas recomendadas para criar e oferecer suporte a estratégias “remote-first”, dimensionar ambientes VDI, estender políticas de segurança além do firewall e muito mais.

INSCREVA-SE AGORA: https://www.vmware.com/br/learn/465032_REG.html

 

Leia os outros artigos relacionados: